Notícias

No PA, faltam planos preventivos para evitar alagamentos e incidentes no período de chuvas

22/12/2017

 

O período de chuvas deixa em alerta diversos municípios do Pará e faltam planos de contingência para a implantação de medidas preventivas de alagamentos e incidentes provocados pelas tempestades amazônicas. Segundo a Defesa Civil, no estado há 95 coordenadorias locais instituídas com o apoio da Defesa Civil. Porém, apenas 15 são atuantes e apresentam propostas efetivas de políticas de prevenção.

Desde a última quarta-feira (20), técnicos da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil estão nos municípios de São Félix do Xingu, São Miguel do Guamá, Rio Maria, Breves e Mocajuba, orientando os gestores locais na elaboração de um Plano de Contingência para a implementação de medidas preventivas ao período de chuvas.

Cabe ao Estado apoiar a organização da Defesa Civil em âmbito local para auxiliar no gerenciamento das ações e na adoção de políticas públicas. Com essa integração organizada, o município consegue mapear as áreas de risco e evitar que a população ocupe áreas que oferecem perigo futuro.

Plano Anual

Na primeira quinzena de 2018, a Defesa Civil do Estado se reunirá com diversos órgãos da área de segurança para elaborar as ações de planejamento que serão executadas ao longo do ano, dentro do Plano de Atuação Hidrológico. Até lá, os relatórios encomendados aos órgãos de meteorologia estadual e nacional já deverão trazer a previsão de chuvas e das áreas mais atingidas durante o inverno amazônico.

Alerta de desastres naturais por SMS

Também em 2018, a população paraense passará a contar com um novo serviço, de prevenção e alerta de acidentes naturais, via SMS. Criado pelo Sistema Nacional de Defesa Civil, em parceria a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o piloto do sistema foi instalado no início de 2017 em Santa Catarina, e hoje já funciona também nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. Através dele, o cidadão se cadastra pelo número 40199, fornece seu CEP, e passa a receber por SMS alertas de chuvas fortes e rajadas de vento. A previsão é de que o sistema seja implantado já no primeiro semestre do ano que vem no Pará.

Fonte: G1 Pará

Comentários

Telefone

+55 (93) 3515-4899

+55 (93) 99185-4664

Enquete



Olá Mundo!

Sim
Não
talves

Solicite sua música

Solicitar

Facebook

Newsletter

Inscrever